Momento.

Estavamos nós, era um dia de sol e juntos observavamos a distancia a beleza das praias que podiamos avistar do mirante onde estavamos, comentavamos sobre o profundo azul, a clareza da areia, o som das ondas batendo quando derrepente nos voltamos para o ceu, e juntos percebemos as nuvens que pareciam dançar sobre nós, naquele momento tinha eu a certeza de que não poderia existir momento mais sublime, uma musica inundava meus ouvidos, tinha certeza que aquele éra o momento, quem sabe meu melhor momento. Voltei meu olhar a ela, que estava naquele momento ali a meu lado deitada em uma toalha florida, a fitar o balé das nuvens, durante imensos segundos eu a olhei, sua pele clara, seu corpo coberto por um vestido estampado por todas as cores possiveis, sua respiração parecia profunda, e seu olhar, aquele olhar, perdido nas nunvens. Com toda a ternura aproximei meus dedos de seu rosto, e quando finalmente toquei sua face, ela me olhou e parecia invadir meus pensamentos, parecia que naquele momento ela sabia tudo o que eu gostaria de lhe dizer, foi quando então ela sorriu, neste momento confesso ter tremido de cima em baixo, me senti nú, senti como se todos meus sonhos fossem se realizar naquele exato momento, magico momento, escorreguei minha mão por seu pescoço e aos poucos fui me aproximando, queria eu sentir o gosto daqueles labios, sentir o gosto daquela que ali estava, me enclinei em sua direção e no exato momento em que meus labios iriam encontrar-se aos dela, um barulho estridente e repetitivo invadiu minha atenção. Éram 7:00 da manha e despertei, nossa… aquele éra o momento!…, meu dia seguiu e aquelas nuvens não saiam de meu pensamento, derrepente eu me encontrei com ela, que gentilmente me comprimentou, um beijo no rosto, um abraço cordial, e se foi…

Aquele momento, passou, nunca existiu, ou existiu? Foi tão real tão intenso, tão doce… espero recomeçar e que seja no exato momento.

Aquele momento em que a paixão se torna real.

Por leleu antonio

Anúncios

4 thoughts on “Momento.

  1. Carlos Eduardo Leal diz:

    Pois é,
    Qual é a diferença entre ficção e realidade, sonho e fantasia?
    Continue escrevendo, sempre e a cada vez mais.
    Obrigado pela sua visita lá nas minhas “Veredas”,
    abraços,
    Carlos Eduardo

  2. Bom, bom… Sempre valorize os sonhos na sua escrita. Sem transformar tudo em sonho, perceba que às vezes o sonho é mais real que a realidade. Como quando a gente sonha que acordou e que foi pro trabalho, escola, sei lá e quando chega lá: acorda outra vez! Do mesmo jeito que a gente lê uma notícia insólita: lutador de sumô rouba caixa eletrônico na Russia (http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL1518232-5602,00-LUTADOR+DE+SUMO+FOGE+COM+CAIXA+ELETRONICO+NA+RUSSIA.html) – o primeiro pensamento que vem é “só posso estar sonhando”. Porque o sonho é o mais próximo que a gente fica da magia. A magia que não existe do mundo de terno e gravata. A magia que falta em quem faz a vida e sobra em quem vive a vida. Portanto, sonhe e não ignore seus sonhos – especialmente na escrita.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s