Um tanto ausente.

Desculpe a demora da resposta, ando um tanto ausente.

Você sabe que minhas escritas são cheias de falhas, escrevo tal como penso, sem concordância, levado pelo momento.
E ultimamente sou um resumo de mim mesmo, falo pouco, durmo pouco, beijo pouco, brigo pouco, resmungo pouco,amo pouco, tudo um pouco e muito pouco.
Tropeço em mim mesmo, sigo a mim mesmo, cheiro a mim mesmo, tento morder a mim mesmo, mas nem sequer me vejo, tampouco me ouço.
A voz sem som, me calo diante de mim, o olhar sem lagrima, o toque sem calor, a caneta sem tinta.

Na verdade nem sei bem porque estive ausente, talvez eu ainda o esteja…

Sou algoz de meus próprios sonhos, assassino de meus próprios desejos e testemunha de minha própria solidão!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s